Coincidência ou Plágio?

Parece que desta vez não há dúvida de existem casos de plágio na Filatelia. Estes selos da Polônia sobre fauna pré-histórica, mostrados abaixo, foram desenhados em 05/03/1965 pelo artista gráfico Andrzej Heidrich para a P.W.P.W. que é o impressor oficial de selos para o Correio deste país. Pelo menos é o que consta no confiável catálogo polonês Fischer. Esta série de Fujeira, ou quem quer que tenha adquirido os direitos de imprimir em nome deles, nem sequer consta nos catálogos Scott e Michel. Não sei como o catálogo Yvert procedeu neste caso em particular, pois não o possuo. Sendo assim a minha única fonte de informações sobre estas figurinhas de Fujeira foi o Catálogo Domfil de Animais Pré-históricos, que lista a série como emitida em 1972. Nada a se estranhar com a absurda cotação dada por este catálogo temático, visto que o mesmo pertencia à extinta Afinsa.

Tanto Polônia (neste período) quanto Fujeira (tudo ou quase tudo) são figurinhas e podem ser considerados como emissões abusivas. No entanto, o ônus do plágio pesa sobre o emirado árabe.

image-2image-1image

Marcos Boaventura

É formado em Psicologia pela PUC-MG. Possui Pós-Graduação em Metodologia do Ensino Superior, Docência do Ensino Superior, Psicologia do Trânsito e Acupuntura. Marcos começou a colecionar selos por influência de seu pai. É discípulo do filatelista Álvaro de Carvalho. Boaventura é jornalista filatélico, tendo atuado como secretário da ABRAJOF (Nº 266) e Diretor de Eventos da Câmara Brasileira de Filatelia (CBF). Participou da Comissão Organizadora nas exposições: DIAMANTINA-1993, INTERCLUBES-1994, VILA RICA-2005 e BH-100. Atuou como comissário em várias exposições nacionais. Obteve medalha de prata grande na PHILEXFRANCE-1989 e medalha de vermeil grande na BH-100. É Suplentes do Conselho Fiscal da atual diretoria da Febraf.

Comentários

comentarios

Deixe uma resposta